Criação de Órgão da Administração Pública Mediante Emenda à Constituição Estadual. Violação do Princípio da Separação dos Poderes. Matéria de Iniciativa do Chefe do Poder Executivo. Art. 61,§1º, II, e da CF. Princípio da Simetria. STF em Vídeo.

No julgamento da ADI 3644 , assentou o STF ser inconstitucional a criação de órgão responsável por perícias criminais mediante emenda à Cons...

Constituição Federal. Art 61,§1º, II, e - Criação de Órgãos da Administração Pública. Iniciativa Privativa do Chefe do Executivo.No julgamento da ADI 3644, assentou o STF ser inconstitucional a criação de órgão responsável por perícias criminais mediante emenda à Constituição Estadual, por implicar a eleição desta espécie normativa em burla ao artigo, 61,§1º, II, e da CF - aplicável aos Estados por força do princípio da simetria - que comete ao Chefe do Executivo a iniciativa de legislar sobre o assunto, e em consequente violação ao princípio da separação dos poderes.

 

 

Averbou ainda o Ministro Menezes direito, em sede de obiter dictum, que considerada a jurisprudência da Corte sobre o princípio da simetria, somente o Poder Constituinte Estadual Originário poderia versar a matéria de modo diverso do disposto na Constituição Federal.

 

Constituição do Estado do Rio de Janeiro. Emenda Constitucional nº 35 - Criação de Órgão para a Realização de Perícias Criminais.

 

Eis os destaques da Sessão de Julgamento.

 

Ministro Gilmar Mendes. Vedação de Criação de Órgão da Administração Pública Mediante Emenda à Constituição Estadual. Voto.

Ministro Gilmar Mendes. Voto. Trecho do Vídeo.

A Emenda Constitucional na 35/2005, de 14 de dezembro de 2005, do Estado de Rio de Janeiro, trata da criação e organização de órgão responsável pelas perícias criminalística e médico-legal.

 

Sobre a matéria, o art. 61, § 1º, inciso II, alínea “e” da Constituição da República, determina que a criação de órgãos da administração pública deve ser objeto de lei de iniciativa privativa do Chefe do Poder Executivo.

 

Esta Corte tem entendido que, consoante o princípio da simetria, cabe ao Governador do Estado a iniciativa de lei que disponha sobre criação, estruturação e atribuições das Secretarias e de órgãos da administração pública (art. 84, II e IV e art. 61, § 1º, II, CF).

 STF. ADIn 3644. Criação de Órgão da Administração Pública Mediante Emenda à Constituição Estadual. Inconstitucionalidade Formal. Vício de Iniciativa.

Os documentos juntados pela Associação dos Delegados de Polícia do Brasil - ADEPOL comprovam que a norma estadual impugnada é de autoria parlamentar (fl. 83) .

 

A inconstitucionalidade dos dispositivos impugnados, no caso, advém da violação, pelo poder constituinte decorrente, do princípio da divisão de poderes, tendo em vista que, em se tratando de Emenda à Constituição estadual, o processo legislativo ocorreu sem a participação do Poder Executivo. (…)

 

Com essas breves considerações, diante da patente inconstitucionalidade formal da norma estadual impugnada, voto pela procedência da ação, para que seja declarada a inconstitucionalidade da Emenda Constitucional n9 35/2005, de 14 de dezembro de 2005, do Estado do Rio de Janeiro.

 STF. Ministro Menezes Direito. Voto na ADI 3644. Princípio da Separação dos Poderes e da Simetria.

Ministro Menezes Direito. Voto. Trecho do Vídeo.

Senhor Presidente, estou acompanhando o voto de Vossa Excelência, mas quero fazer uma observação. Tenho sempre dito que, se houvesse a constituição originária do Estado, eu teria dúvida em caminhar pela inconstitucionalidade, porque tenho entendido, reiteradamente, que o constituinte estadual originário tem competência para estabelecer a disciplina positiva do Estado-Membro num processo de avanço da própria jurisprudência do Supremo Tribunal Federal.

 

Acontece que, aqui, trata-se de emenda constitucional, ou seja, de exercício de constituinte derivado. E, aí, se nós autorizarmos, criaremos um mecanismo para burlar o princípio da iniciativa.

 

Essa é a razão pela qual eu acompanho, também, Vossa Excelência.

 
Sobre o princípio da simetria, consulte também:
 Princípio da Simetria e Processo Legislativo.
 Procurador de Estado. Nomeação de Advogados não Integrantes da Carreira. Princípios da Simetria e do Concurso Público

 Tribunal de Contas do Estado. Escolha de Conselheiro pela Assembléia Legislativa. Voto Aberto dos Deputados. Possível Inconstitucionalidade. Princípio da Simetria.
Opinião do Leitor: 

Related

STF - Julgamentos em Vídeo - TV Justiça 1423223749778223731

Postar um comentário Default Comments

Deixe o seu comentário abaixo. Debata outros temas em nosso Fórum de Discussões

emo-but-icon

Siga-nos

direito integral - blog jurídico

Conheça os nossos serviços

Recebas as Novidades por E-mail

Pesquisa

Recentes

Comentários

Siga-nos no Facebook

Google+ Followers

Fórum de Discussões - Participe

Side Ads

Sobre o Editor

Autor do Site. Advogado em Curitiba
O editor é Bacharel em Direito e atua predominantemente nas áreas cível e processual civil, prestando consultoria a advogados e colegas de todo o País, sobretudo em matéria de recursos dirigidos aos Tribunais Superiores e execuções.

Reside em Curitiba.

Para contatá-lo, use o formulário.

Footer Ads

item